A hipocrisia da TV Record e da OAB-SP.

Hoje, no telejornal Jornal da Record, a jornalista Ana Paula Padrão mostrou-se indignada pelas falas preconceituosas do também jornalista Luis Carlos Prates, da RBS TV de Florianópolis, afiliada da Rede Globo:
– “Hoje, qualquer miserável tem um carro”.
– “O sujeito nunca leu um livro, mora apertado numa gaiola que chamam de apartamento, não tem nenhuma qualidade de vida, mas tem um carro na garagem”.
– “Resultado desse governo espúrio que popularizou, pelo crédito, o carro para quem nunca tinha lido um livro”. (veja o vídeo aqui)

O telejornal Jornal da Record até entrevistou um representante da OAB-SP, o presidente da Comissão de Direitos Humanos…


Nossos comentários:
1) Onde estava o Jornal da Record e a OAB quando o jornalista-fascista chamou uma criança de 5 anos de “guri demoníaco”?
2) Onde estava o Jornal da Record e a OAB quando o jornalista-fascista xingou uma aluna de “bandida” e “maloqueira de Porto Alegre”?
3) Onde estava o Jornal da Record e a OAB quando o jornalista-fascista xingou alunos de “pivetes”?
4) Onde estava o Jornal da Record e a OAB quando o jornalista-fascista defendeu a “pedagogia da cinta”? Incentivando os pais a “zebrar a perna dos filhos”?
5) Onde estava o Jornal da Record e a OAB quando o jornalista-fascista incentivava as delegacias de polícia a bater nos “di menor”? O jornalista-fascista disse: “na minha delegacia não tem di menor… e se tiver, apanha mais, apanha corretivamente”.
6) Onde estava o Jornal da Record e a OAB quando o jornalista-fascista defendeu o “controle da natalidade” para acabar “com o número cada vez maior de adolescentes infratores”? O jornalista-fascista disse: “Basicamente, Márcia, controle da natalidade. Miserável, pobretão, pé-de-chinelo, que não tem condições de nutrir, educar, fazer crescer para a cidadania uma criança, um filho, não pode ter filhos”.

Parece que o telejornal Jornal da Record e a OAB concordavam com as manifestações fascistas do jornalista Luiz Carlos Prates, pois não temos notícias de qualquer recriminação contra as frases peconceituosas contra crianças, alunos, pobretões etc…
A própria Rede Record tem “3 Ratinhos Cegos” que vivem falando mal de aluno de escola pública… (vejam o vídeo aqui).
Então, o que será que mudou?
Será que a indignação foi pelo fato do jornalista ter criticado o governo federal?
Enquanto estiverem falando mal das crianças, dos alunos e dos pobretões, tudo bem… pode xingar, pode humilhar, pode mandar bater, pode insinuar métodos nazistas de controle da natalidade…
Só não pode falar mal do governo federal…
Então, tá!

Anúncios

2 Respostas para “A hipocrisia da TV Record e da OAB-SP.

  1. Fascista é com “sc”, caro esquerdista. Melhore seu texto a começar pela grafia correta.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s