TV Globo, BBB, R$ 100 milhões, estupros, Avon e os patrocinadores da BBBaixaria… e o que eu tenho a ver com isso? #boicoteBBB12

É piada corrente que assistir ao “Big Brother Brasil” diminui o Q.I. em um ponto a cada dia…

Mas a “piada” ficou séria demais: no último fim-de-semana milhões de telespectadores viram uma possível cena de estupro “ao vivo e a cores”, quando um dos imBBBecis abusou sexualmente de outra imBBBecil que estava visivelmente alcoolizada e sem reações racionais… e o apresentador da TV GloBBBo ainda disse que “o amor é lindo”…

Independentemente das investigações feitas pela Polícia Federal e pelo ministério Público, nós podemos dar uma resposta á altura: boicotemos todos os patrocinadores que destina R$ 100 milhões para a BBBaixaria da TV GloBBBo… não vamos comprar os produtos que patrocinam o BBB12 e nem mesmo os produtos ou serviços que anunciam nos intervalos da BBBaixaria GloBBBal.

A Avon,empresa multinacional de perfumes foi acusada de ser uma das patrocinadoras da BBBaixaria da TV GloBBBo… mas soltou uma nota dizendo que não é patrocinadora do programa BBB12; e que só anunciou nos intervalos do programa…
Então tá… ficou parecendo aquele discurso: “fumei, mas não traguei”… paguei, mas não patrocinei…

É isso. Simples assim. Vamos mexer com o ponto mais sensível da TV GloBBBo e das suas BBBaixarias: vamos boicotar os seus patrocinadores e anunciantes.

São Paulo, 17 de janeiro de 2012.
Mauro Alves da Silva
https://blogdomaurosilva.wordpress.com/

Anúncios

2 Respostas para “TV Globo, BBB, R$ 100 milhões, estupros, Avon e os patrocinadores da BBBaixaria… e o que eu tenho a ver com isso? #boicoteBBB12

  1. Patrocinadores estão preocupados com suposto estupro no BBB

    Episódio pode arranhar imagem das marcas, que investiram R$ 103 milhões para participar do programa

    Danielle Assalve, iG São Paulo | 17/01/2012 05:45

    Foto: Reproduçao TV Globo

    Suposto caso de estupro no BBB 12 pode arranhar imagem dos patrocinadores

    O suposto caso de estupro no Big Brother Brasil 12 gerou preocupação entre patrocinadores do reality show. Embora oficialmente não comentem o assunto, o episódio causou certa tensão nas empresas que investiram um total de R$ 103 milhões em cotas de patrocínio nacional do programa.

    AmBev (Guaraná Antarctica), Fiat, Niely, Schincariol (Devassa) e Unilever (Omo) concordaram em pagar, cada uma, R$ 20,6 milhões em troca de exposição na televisão e na página do BBB na internet. Agora, calculam eventuais impactos negativos do episódio para a imagem das marcas.

    No último fim de semana, Daniel teria molestado Monique após a primeira festa realizada na casa. A “Festa Fusion” foi patrocinada pelo energético da AmBev.

    “As empresas devem estar preocupadas para saber o que aconteceu de fato e avaliar como isso pode repercutir sobre as marcas envolvidas”, diz Júlio Moreira, professor de branding (marcas) da pós-graduação em comunicação da ESPM.

    Para o especialista, no entanto, o impacto deve ser pequeno. “Hoje os consumidores são muito esclarecidos e maduros. Mesmo que aconteça um problema no programa, eles conseguem separar o que é culpa da marca e o que está fora do controle da empresa”, afirma.

    Marcos Hiller, coordenador do MBA de gestão de marcas da Trevisan Escola de Negócios, afirma que o caso deixa um “arranhão” na imagem dos patrocinadores e anunciantes. “Não dá para saber exatamente o impacto disso para as empresas, depende de cada caso, mas fica o arranhão, uma mancha no currículo”, diz.

    Ainda assim, Hiller avalia que o episódio “não deve ser muito trágico”. Segundo ele, “não é isso que vai fazer com que as empresas percam market share [participação de mercado]”. Embora o incidente cause certa preocupação entre anunciantes, ele não acredita que isso seja suficiente para levar as companhias a desistir de patrocinar o programa.

    Para Moreira, da ESPM, o episódio polêmico pode até aumentar a audiência do BBB, o que poderia até certo ponto ser positivo para os anunciantes. “Infelizmente, casos como esse podem até gerar uma visibilidade maior para o programa”, diz.

    Procurados pelo iG, nenhum dos patrocinadores se posicionou sobre o episódio.

  2. 17 de janeiro de 2012 às 18:38
    Avon: Não somos patrocinadores do Big Brother

    da Avon, via CDN

    COMUNICADO

    Diferentemente do que foi veiculado em alguns sites e posts na rede social, a Avon não é patrocinadora do programa Big Brother Brasil, exibido pela Rede Globo. A empresa apenas veicula comerciais de seus produtos nos intervalos da programação da emissora, o que faz com que os anúncios relacionados aos produtos Avon sejam vistos em várias oportunidades ao longo do dia.

    São Paulo, 17 de Janeiro de 2012

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s