Audiência Pública Sobre o Pinheirinho – Defensor Jairo Salvador


Um breve resumo das fatos declarados pelo promotor:
– O comandante da operação militar recusou a ordem judicial de suspensão da desocupação;
– O comendante militar foi “assessorado” por um juiz “incompetente”;
– Descumpriram a decisãode um juiz que impedia a participação da polícia militar e da guarda civil na operação;
– Existe uma decisão judicial proibindo a demolição das casas, mas, mesmo assim, passaram o trator;
– A decisão da juíza referente à desocupação não foi feita a partir de provocação “oficial” das partes. Ela agiu por conta própriA, revigorando uma liminar que havia sido indeferida em 2005;

Juiz não nasce em árvore. E também não precisa ser “comprado” nem “vendido”. Muitos atuam com a convicção da causa. Uma simples veificação de seus históricos familiares e círculo de amizades seria suficiente para não nos surpreendermos com as suas decisões…

Em SP vigora a lei do mais forte.

Como disse a Dilma na campanha eleitoral: “Em SP, quem cuida de pobre é o governo federal”.

ALGUNS JUÍZES SÃO ABSOLUTAMENTE INCORRUPTÍVEIS. NINGUÉM CONSEGUE INDUZÍ-LO A FAZER JUSTIÇA (Bartold Brechet)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s