O juiz Evandro Pelarin acreditaria na aluna Xuxa ou no professor da Xuxa?

No programa Fantástico (TV Globo, 20-05-2012), a apresentadora de programas infantis Xuxa (Maria da Graça Meneghel) fez um depoimento emocionante, relatando que fora abusada sexualmente quando era criança e adolescente até os seus 13 anos de idade. Xuxa, hoje com 49 anos, disse que foi abusada por diversas pessoas, inclusive por um seu professor: “professores… um professor chegou pra mim e disse: não adianta você falar porque, entre a palavra de um aluno e de um professor, eles vão acreditar no professor e não no aluno”.

Estamos esperando a TV Globo e o Programa Fantástico entrevistar o doutor Evandro Pelarin, juiz da Infância e Juventude de Fernandópolis que tem um discurso e atitudes de culpabilização das crianças e de seus pais, até mesmo quando fica evidente que houve omissão ou abuso de agentes públicos… Atualmente, este juiz está em uma “cruzada” para caçar e prender crianças e adolescentes nas ruas de Fernandópolis e em todo o Brasil, numa autêntica volta ao passado da ditadura militar ou mesmo do período escravocrata da famigerada figura do capitão-de-mato… Será que este juiz acreditaria na aluna Xuxa?
Em um caso de conflito entre professor e aluno, o jornal carioca Extra destcou: “O juiz afirmou que, em suas decisões, a presunção é sempre em favor do professor, para manter a ordem dentro das escolas… (…) Pelarin diz que, dentro da sala de aula, quem manda é a professora e ponto final”. (leia aqui).
[No caso da escola municipal Melvin Jones, a aluna não aceitou ser punida pela falta de uniforme escolar. A aluna tentou se desvencilhara do ilegal constrangimento da professora que a mantinha presa na sala mesmo após o término na aula. Ao sair, a aluna empurrou a professora, a qual bateu a mão na lousa e fraturou um dedo. Sem ouvir a aluna e sem avaliar as circunstâncias, o juiz condenou a aluna a trabalhos forçados: varrer a própria escola por 6 meses].

Por último, também desafiamos O Programa Fantástico e a TV Globo a encontrar e entrevistar o professorzinho-santo-abnegado que está sendo acusado de abusar sexualmente da apresentadora Xuxa quando ela tinha menos de 14 anos…

Ou será que a TV Globo também acha que aluno é capeta e professor é sempre santo?

São Paulo, 25 de maio de 2012.
Mauro Alves da Silva
Movimento Comunidade de Olho na Escola Pública
http://movimentocoep.ning.com/photo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s