Sindicalista constrange presidente durante reunião,

02/05/2014 21:45

Sindicalista constrange presidente durante reunião

Ubiraci Dantas aproveitou presença de Dilma e dos ministros em reunião para atacar por falta de ações

Bira durante em encontro com presidente Dilma, em 2012: relações deterioradas / Renato Alves / MTE

Por Tayguara Ribeiro

Especial para o DIÁRIO

A fama de brava e durona da presidente Dilma Rousseff foi colocada em xeque pelo líder da CGTB (Central Geral dos Trabalhadores do Brasil), Ubiraci Dantas, o Bira. O sindicalista aproveitou uma reunião com a petista, na semana passada, para fazer  duras críticas contra a falta de ações concretas do atual governo. Dilma permaneceu calada durante todo o tempo. Em alguns momentos, deixou clara a contrariedade de ser atacada dentro da “própria casa”, no caso, o Palácio do Planalto. Os ministros presentes também nada falaram. Alguns não esconderam o constrangimento. Outros, alvos constantes das broncas da presidente, se sentiram vingados.

O encontro era do  CDES (Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social da Presidência da República). Bira foi convidado a falar em nome dos trabalhadores. O presidente da CGTB atacou, principalmente,  os problemas de mobilidade urbana e a falta de investimentos no transporte público. “A situação está lamentável. Milhões de trabalhadores gastam, em média,  de duas a três horas dentro de um ônibus para ir ao trabalho e igual tempo para voltar para casa. Ônibus superlotados, de péssima qualidade, com frotas caindo aos pedaços em várias regiões do país”, dizia um trecho da intervenção do sindicalista.

 “O governo federal foi à televisão em junho do ano passado e apresentou um investimento de R$ 50 bilhões para a melhoria da mobilidade urbana. Mas o que estou observando é que de lá para cá a situação não melhorou”, continuou.

Diversas pessoas presentes aplaudiram o discurso,  incluindo membros do governo, o que deixou a presidente ainda mais contrariada, segundo o próprio Bira.

“Tudo isso estava engasgado na garganta da sociedade brasileira. De 2011 para cá o governo é um desastre absoluto. Eu falei com todo o respeito, mas era o que estava sentindo naquele momento”, afirmou.

Ele disse que essa não foi a primeira vez que fez “observações” à presidente, mas admite que ela, agora, “ficou bastante tensa”. “Não era minha intenção”, rebate.  “Já tinha conversado com ela sobre o que achamos estar errado na condução do governo, mas realmente nunca em uma reunião como aquela. Eu a cumprimentei depois do discurso, ela retribuiu o gesto, mas não disse nada.”

http://diariosp.com.br/noticia/detalhe/67317/sindicalista-constrange-presidente-durante-reunio

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s