É o aumento dos juros, estúpidos! #MarinaAmaitau

marinaamaitau3

 

O programa da Marina Silva está sendo coordenado por Neca Setúbal, herdeira do Banco Itaú, o principal crítico do governo Dilma quando ele iniciou a política de redução das taxas de juros.

Quando a taxa Selic (taxa básica de juros) chegou a 7,75% em outubro de 2012, o banco Itaú foi o que mais reclamou, pois cada aumento de 0,25% representa R$ 5 bilhões a mais para os bancos! Hoje, a taxa Selic está em 11% (aumento de 3,25% – mais R$ 65 bilhões para os bancos)… e os banqueiros ainda acham pouco!!!

Toda a parte econômica do programa da candidata Marina tem o objetivo de arrecadar mais dinheiro para os bancos.

Superávit Fiscal??? Traduzindo: cortar gastos sociais para sobrar dinheiro para os bancos…

Independência do Banco Central??? Traduzindo: os próprios banqueiros definem o aumento dos juros a serem pagos aos bancos…

Crescimento Sustentável??? Tradução: acabar com os investimentos públicos (infraestrutura, Energia Elétrica, Petrobrás, Indústria Naval, Agronegócio etc), pois dessa forma sobra mais dinheiro para pagar os juros abusivos aos bancos…

O Brasil tem o desafio de dobrar a capacidade de produção de energia nos próximos 15 anos (18-10-2012)

http://memoria.ebc.com.br/agenciabrasil/noticia/2012-10-18/brasil-tem-desafio-de-dobrar-capacidade-de-producao-de-energia-nos-proximos-15-anos-diz-marcio-zimmer

O Brasil precisa aumentar a produção de energia em 5% ao ano para manter o crescimento. Para isso é necessário investir na construção de hidrelétricas e até mesmo aumentar as usinas termoelétricas à gás, pois elas não dependem do clima e são menos poluentes que as que usam carvão ou óleo diesel.

Mas a o programa da Marina considera que usina hidrelétrica é “energia não renovável” (sic). Isto significa que ele não vai apoiar a construção destas usinas e também vai abandonar os investimentos no Pré-Sal (e vai faltar gás)…

Marina diz que vai investir em energias eólicas (ventos), solar e biomassa… Mas parece ignorar que a nossa matriz energética é 63,15% hidrelétrica e 28,65% termoelétrica, sendo que a eólica (3%), solar (0,1%) e biomassa 0,1% (12 MW)…

O Brasil possui no total 3.348 empreendimentos em operação, totalizando 130.869.871 kW de potência instalada.

Está prevista para os próximos anos uma adição de 36.400.141 kW na capacidade de geração do País, proveniente dos 178 empreendimentos atualmente em construção e mais 584 outorgadas

matriz_energetica_aneel2014

Empreendimentos em Operação

Tipo

Quantidade

Potência Outorgada (kW)

Potência Fiscalizada (kW)

%

CGH

469

288.349

289.578

0,22

EOL

179

3.874.829

3.808.933

2,91

PCH

469

4.723.850

4.687.552

3,58

UFV

164

16.287

12.287

0,01

UHE

197

86.625.945

82.644.738

63,15

UTE

1.868

39.330.961

37.436.783

28,61

UTN

2

1.990.000

1.990.000

1,52

Total

3.348

136.850.221

130.869.871

100

Os valores de porcentagem são referentes a Potência Fiscalizada. A Potência Outorgada é igual a considerada no Ato de Outorga. A Potência Fiscalizada é igual a considerada a partir da operação comercial da primeira unidade geradora.

 

Legenda

CGH

Central Geradora Hidrelétrica

CGU

Central Geradora Undi-elétrica

EOL

Central Geradora Eólica

PCH

Pequena Central Hidrelétrica

UFV

Central Geradora Solar Fotovoltaica

UHE

Usina Hidrelétrica

UTE

Usina Termelétrica

UTN

Usina Termonuclear

Fonte Aneel – Atualizado em: 31/08/2014 http://www.aneel.gov.br/aplicacoes/capacidadebrasil/capacidadebrasil.cfm

 

Para se ter uma dimensão da ignorância da candidata Marina em relação à energia elétrica e ao desenvolvimento, vejam a quantidade de energia que perderíamos se ele conseguisse impedir a construção destas usinas hidrelétricas:

Belo Monte – 4.500 MW (média anual, mas poderia ser de 11.233 MW se tivesse sido construído com reservatório);

Santo Antônio – 3.580 MW

Jirau – 3.750 MW                                                                                                                                                    

Seria muito interessante perguntar para a Candidata Marina como é que ela pretende dobra a produção de energia elétrica só com “eólica, solar e biomassa”… As 3 milhões de famílias beneficiadas pelo Programa Luz para Todos querem melhorar a qualidade de vida, querem mais energia elétrica, agora para ligar geladeira, chuveiro, ventilador etc… Será que a candidata Marina pretende atender essa nova demanda com a insuficiente “energia eólica e solar”?

A população tem de saber que o grande aumento das contas de luz está acontecendo justamente porque estamos com falta de energia elétrica, tendo que ligar as termoelétricas a óleo diesel (que são mais caras) para não ter “apagão”!

Também demos de informar que várias obras tiveram atrasos por conta da atuação de fanáticos ambientalistas, muitos dos quais financiados por governos estrangeiros, sendo que uma delas tem como principal apoiador o príncipe herdeiro da Inglaterra (país que vive do capital financeiro e cujos banqueiros foram acusados de fraudar as taxas de juros por anos).

É por isso que alertamos a todos para não se perderem nas questões religiosas e de orientação sexual. Por mais importante que sejam estes temas, eles serve para desviar o foco da questão dos juros e da agiotagem praticada pelos banqueiros nacionais e internacionais.

Conclusão sobre o que está em jogo nesta campanha presidencial 2014:

É o aumento de juros, estúpidos!

São Paulo, 31-08-2014.

Mauro Alves da Silva

https://blogdomaurosilva.wordpress.com/

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s