“Festa de Aniversário do Jabaquara 54 anos” está sofrendo boicote da prefeitura regional.

“Festa de Aniversário do Jabaquara 54 anos” está sofrendo boicote da prefeitura regional.

Parece que a prefeita regional só conhece o Jabaquara pelo “GPS” ou pela história dos meninos de Americanópolis que ela atendia quando trabalhava na Febem-SP…

A falta de respeito para com as lideranças do Jabaquara chegou ao cúmulo: a prefeita regional fez Boletim de Ocorrência (B.O.) no 35º Distrito Policial contra a jornalista Rosa de Oliveira (Jornal Jabaquara em Notícias) e contra José Luiz Nodar Ribeiro (Presidente da CUA – Central Única das Associações, Diretor da Associação Comercial da Distrital Sudeste, e Secretário-Geral do CONSABEJA – Conselho das Sociedades Amigos de Bairros do Jabaquara). Tudo porque eles denunciaram o desrespeito da prefeitura regional para com as lideranças do Jabaquara; e cobraram informações sobre as notícias de que a prefeitura regional teria contratado uma empresa de eventos (sem licitação) para organizar todos os eventos no Jabaquara. Estas denúncias foram feitas em reuniões públicas do Conselho Participativo Municipal do Jabaquara (gravadas em vídeos), mas até hoje não foram respondidas pela Prefeitura Regional do Jabaquara.

A Comissão Organizadora da Festa de Aniversário do Jabaquara 54 anos, formada por associações e lideranças do Jabaquara, que realiza a Festa há vinte anos, Festa inspirada pelo Jornal Jabaquara em Notícias, tem feito reuniões regulares desde outubro de 2017. E entregaram o Projeto da Festa para a Prefeitura Regional do Jabaquara no início de novembro de 2017. A Festa está marcada para os dias 24 e 25 de fevereiro de 2018 – http://www.jabaquara54.com

Ocorre que, no dia 19 de janeiro de 2018, a Comissão fez uma reunião as 10h na AJAB (Associação Cultural e Assistencial Nipo Brasileira do Jabaquara), quando convidamos a Supervisora de Cultura do Jabaquara, sra. Patricia Dias, para saber como andava os preparativos da Festa do Jabaquara… E qual não foi a nossa surpresa ao saber que a Supervisora de Cultura foi ameaçada de perder o cargo só pelo fato de ter conversado com a Comissão Organizadora!

Mas, considerando que o cargo de Supervisão de Cultura está subordinado diretamente ao Secretário Municipal de Cultura, as associações e lideranças do Jabaquara esperam que o secretário André Sturm não se submeta aos caprichos da prefeita regional; e que mantenha no cargo a única pessoa do poder público local que se dignou a comparecer a uma reunião da Comissão Organizadora da Festa de Aniversário do Jabaquara 54 anos.

Em 30 de janeiro de 2018, fomos novamente surpreendidos: a prefeitura regional divulgou o evento “Miss & Mister Jabaquara 2018”, com inscrições de candidatos “na sede da prefeitura regional” (sic). E dizia ser o “primeiro concurso”, ignorando que a Comissão Organizadora já realizou 10 concursos, inclusive o “Miss Jabaquara 2017”. E o “Concurso Miss Jabaquara 2018” já está com inscrições abertas: http://www.jabaquara54.com/concurso-miss-jabaquara-2018/

Aliás, diga-se de passagem, já existem duas ações judicias contra atos da prefeita regional do Jabaquara:

– Processo 1059262-06.2017.8.26.0053 (1ª Vara da Fazenda Pública), por impedir eleitores de votarem na eleição do Conselho Participativo do Jabaquara em 3/12/2017. A Prefeita Regional era presidenta da Comissão Eleitoral Local; (Valor da ação: R$ 1 milhão).

– Processo 1002461-36.2018.8.26.0053 (1ª Vara da Fazenda Pública), por interferência na organização da Festa de Aniversário do Jabaquara 54 anos; e para dar explicações sobre pedido de doações e eventual contratação de empresa de eventos sem licitação; (Valor da ação: R$ 235.100,00).

E já está sendo preparado o terceiro processo judicial: a prefeita regional do Jabaquara não está publicando as atas do Conselho Participativo Municipal do Jabaquara (conforme exigência do decreto municipal 56208/2015).

Com três processos judiciais, a prefeita regional do Jabaquara já vai poder pedir “Música no Fantástico”!

Vale recordar que a prefeita regional chegou a ameaçar o cancelamento da “Festa do Jabaquara em 2017” há menos de uma semana da sua realização… e que ela, por discordâncias pessoais, também ameaçou mandar “processar” o sr. José Luiz Nodar Ribeiro quando ele coordenava o 25º Desfile Cívico Militar do Jabaquara, em 3 de setembro de 2017.

Esperamos que o Prefeito João Dória olhe para o Jabaquara, até mesmo porque aqui, no Jabaquara, ele teve uma vitória já no primeiro turno das eleições de 2016 (67.988 votos – 57,32% dos votos válidos). Agora não é justo deixar o Jabaquara sob ordens de uma interventora alienígena que não conhece e nem respeita as associações e as lideranças do Jabaquara.

São Paulo, 5 de fevereiro de 2018.

Mauro Alves da Silva é jornalista e Presidente do Grêmio SER Sudeste – Promoção da Cidadania e Defesa do Consumidor; e morador no Jabaquara há 50 anos. 100% JABAQUARA. http://www.blogdomaurosilva.wordpress.com

Cópias para:

Prefeito Municipal João Agripino da Costa Dória Júnior;

Secretário Municipal de Cultura André Sturm;

Secretário Municipal das Prefeitura Regionais Cláudio Carvalho;

Vereadores da Câmara Municipal de São Paulo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s