Arquivo da categoria: Clube dos Milionários

Orçamento Federal 2018 – O maior esquema de corrupção…


O orçamento federal é o maior esquema de corrução existente no Brasil.
51% do orçamento federal é para pagar despesas financeiras: juros e rolagem da ilegal dívida pública. Um sistema que beneficia apenas 10 mil famílias abastadas…
Outros 29% do orçamento são para a Previdência Social, onde apenas 2% de algumas categorias consomem 1/4 (um quarto deste orçamento): políticos, juízes, promotores, militares e alta hierarquia do funcionalismo público federal…
Nos retantes 20% estão incluídas todos os outros gastos: Saúde, Educação, Moradia, Transporte, Trabalho, Segurança Pública, Assistência Social, Cultura etc… É nestes 20% que o governo golpista congelou o teto de investimento por 20 anos (PEC 95)… 20 anos sem aumento de salários e sem ampliações até mesmo dos serviços públicos essenciais.

Todo este “esforço” é para pagar os juros da agiotagem dos banqueiros; e vai recair sobre as costas da população mais pobre.

É pura enganação do candidato que não falar em mudar o teto de investimentos e não rever a politica criminosa de cortes dos investimentos sociais “para pagar uma taxa de juros imoral sobre uma dívida pública ilegal”… tudo isso para agradar à agiotagem dos banqueiros nacionais e internacionais.

São paulo, 9 de setembro de 2018;
Mauro Alves da Silva – jornalista
Presidente do Grêmio SER Sudeste – Promoção da Cidadania e Defesa do Consumidor.
e-mail: mauro_gremio@hotmail.com

É o neoliberalismo, estúpido!

Os golpistas queimaram 54 milhões de votos (golpe contra a Dilma e a Democracia em 2016).

Os golpistas queimaram o futuro de uma geração (PEC 95 – proíbe investimentos em saúde, educação e assistência social nos próximos 20 anos) .

Os golpistas estão queimando o presente (entrega do petróleo, da Eletrobrás e da Embraer)…

Agora, os golpistas queimaram o passado do Brasil (incêndio no Museu Nacional);

O que está acontecendo no Brasil?

É o neoliberalismo, estúpido!

http://www.blogdomaurosilva.wordpress.com

50 tons de cinza dos vereadores que votam contra o Jabaquara.


Grêmio SER Sudeste – Promoção da Cidadania e Defesa do Consumidor
http://www.gremiosudeste.wordpress.com

50 tons de cinza dos vereadores que votam contra o Jabaquara.

O PL 722-2015 transfere investimentos do Jabaquara para a região da Berrini, Pinheiros e Chucri Zaidan. Mais R$ 4 bilhões sem investigar onde torraram os outros R$ 4 bilhões…

Em uma ilegal sessão extraordinária da Câmara Municipal de São Paulo, 50 vereadores aprovaram o PL 722-2015. O PL atende aos interesses inconfessáveis das grandes construtoras e da especulação imobiliária (conforme palavras do presidente Milton Leite).

Embora estejam noticiando que o PL 722-2015 (com modificações) é para arrecadar dinheiro para a construção de moradias populares, a própria apresentação do PL já confessa que o objetivo é a especulação imobiliária:
“Aprova o Plano Urbanístico Complementar do Setor Chucri Zaidan da Operação Urbana Consorciada Água Espraiada, nos Distritos de Santo Amaro e Itaim Bibi”.

Especulação imobiliária
A especulação imobiliária ficou evidente no dispositivo referente aos CEPACs (Certificados de Potencial Adicional de Construção): transferiram 250 mil metros quadrados do Jabaquara para a região da Berrini, Pinheiros e Chucri Zaidan. E não digam que essa transferência é “impessoal”, pois o representante da Secretaria Municipal de Urbanismo disse que já foi procurado por investidores; e que não existe interesse em investir no Jabaquara (ata da audiência pública de 19-08-2018)…
Não será surpresa se já houver planos para a construção de um shopping center na região…

A enganação com as moradias sociais.
É evidente que estão utilizando a legitima mobilização dos movimentos populares para, na verdade, levantar recursos bilionários para atender às construtoras e à especulação imobiliária.
Embora o projeto de lei 722-2015 determine que se gaste 30% dos valores arrecadados com moradia popular, o prazo é de até 5 anos… e não tem metas anuais… e não tem quem fiscalize…
E não informa que foram contratadas somente 4 mil moradias (em licitação fraudada);
E não diz nada sobre as outras 8.500 famílias já cadastradas;
E ignora 20 mil famílias carentes na região de Americanópolis, Jd, Lourdes e Vila Clara;
E acaba com o direito dos inquilinos também serem inscritos em programas habitacionais;
E acaba com o direito dos moradores atingidos pelas obras continuarem morando no Jabaquara…

50 tons de cinza dos vereadores paulistanos
É óbvio que os 50 vereadores votam contra o Jabaquara por interesses diversos. Mas o que os une é o fato de nenhum deles representar o Jabaquara. Aliás, faz mais de 30 anos que o Jabaquara não elege um seu represente para a Câmara Municipal, embora tenha 240 mil moradores, sendo 180 mil eleitores registrados. Estes 50 vereadores só vem ao Jabaquara de 4 em 4 anos para beliscar alguns votos…
Mesmo com a construtora Odebrecht confessando a fraude na licitação do túnel bilionário (e das 4 mil moradias), os 50 vereadores não querem a instalação de CPI para investigar a Operação Urbana, pois:
– alguns têm rabo preso com a construção da Ponte Estaiada (custou R$ 360 milhões);
– alguns têm rabo preso com a aprovação do Túnel de R$ 3 bilhões (mudança na lei em 2011);
– alguns têm rabo preso com o prefeito denunciado por receber 21 milhões em propinas;
– alguns têm rabo preso com a associação imobiliária que ilegalmente fez doações em 2008;
– alguns têm rabo preso com o governador, e não querem investigar a verba dada o Metrô (R$ 390 mi);
– e alguns vereadores votam qualquer coisa, desde que aprovem seus projetos de títulos e honrarias…

Mais uma vez a Câmara Municipal de São Paulo virou as costas para a população paulistana. Embora o voto tenha sido contra o Jabaquara, a conta maior vai para todos os paulistanos, pois a venda de títulos (CEPACs) não é suficiente para pagar as obras de infraestrutura e nem as propinas inerentes a estes tipos de contratos, que não são fiscalizados pela Câmara. Então, só nos resta recorrer ao Judiciário.

São Paulo, 23 de agosto de 2018.
Mauro Alves da Silva – jornalista e Presidente do Grêmio SER Sudeste.
Cel.: 11-954544193 – e-mail: mauro_gremio@hotmail.comhttp://www.gremiosudeste.wordpress.com

imbecil vota em imbecil


imbecil vota em imbecil

Mensagem do mais novo pré-candidato ao Senado por SP

http://www.blogdomaurosilva.wordpress.com

Imbecil na Política.


Na Democracia, até os imbecis têm o direito de eleger o seu político imbecil.

http://www.blogdomaurosilva.wordpress.com

Torcida: Brasil Campeão e CBF na Prisão.


Torcida:
Brasil Campeão
e
CBF na Prisão

http://www.blogdomaurosilva.wordpress.com

Inauguração Fake: inauguração de obra inexistente.


Lembram quando o prefeito João Dória e a prefeita Regional do Jabaquara inauguraram, em 10 de março de 2018, um “playground” de mentirinha? Na praça da Rua Soares de Avelar s/nº?
O “playground fake” foi retirado dois dias depois… o motorista do caminhão disse que os equipamentos seriam utilizados na inauguração de outra praça…
Pois bem. Neste dia 12 de abril de 2018, passados mais de 30 dias da “inauguration fake”, finalmente a prefeita regional do Jabaquara reconheceu que foi uma inauguração de mentirinha: ela acabou de contratar uma empresa por R$ 80 mil reais para finalmente instalar o playground na praça…
“JABAQUARA
GABINETE DA PREFEITA REGIONAL
(…)
EXTRATO DO TERMO DE CONTRATO Nº 01/PR-JA/2018.
ATA DE RP Nº 023/SMSO/17
Processo: 6042.2018/0000139-3
CONTRATANTE: PREFEITURA REGIONAL JABAQUARA – PR-JA
CONTRATADA: CONSTRUTORA LETTIERI CORDARO LTDA –
CNPJ 07.879.965/0001-45
OBJETO DO CONTRATO: Contratação de serviços gerais
de manutenção preventiva, corretiva, reparações, adaptações
e modificações, de acordo com o Decreto nº 29.929/91 e al-
terações posteriores, no para Execução de Área de Lazer com
Instalação de Playground e Equipamentos de Ginástica na Rua
Soares de Avelar, s/nº.

PRAZO DO CONTRATO: 60 (sessenta) dias corridos
VALOR TOTAL: VALOR: R$ 80.000,00 (OITENTA MIL REAIS)
DOTAÇÃO ONERADA: 55.10.15.451.3022.1170.4.4.90.39.00″
(Diário Oficial do Município de São Paulo, 12/04/2018, pág. 78)

Será que a prefeita regional do Jabaquara vai convidar o ex-prefeito João Dória para reinaugurar o playground que ele inaugurou de mentirinha em 10 de março de 2018?

São Paulo, 12 de abril de 2018.
Mauro Alves da Silva, jornalista e presidente do Grêmio SER Sudeste – Promoção da Cidadania e Defesa do Consumidor.
http://www.blogdomaurosilva.wordpress.com