Ensaio para o golpe militar em 2018.


O governo golpista está fazendo exercícios militares para aplicar um golpe militar e acabar, de vez, com as eleições gerais 2018.

http://www.blogdomaurosilva.wordpress.com

Anúncios

Duas crianças mortas… e a prefeita regional falando de “bairro lindo”


Enquanto o Jabaquara chora a morte de 2 crianças, a prefeita regional convida a todos para mais uma etapa do programa de embelezamento de praças.

Na última reunião da Rede CRIAD* (proteção à Criança e Adolescente), a prefeita do Jabaquara apareceu no meio da reunião para convidar a todos para mais uma etapa do projeto “COOPERA”, a ser realizado no próximo fim de semana. Também convidou para a inauguração de uma quadra no Jardim Lourdes e prometeu a construção de um centro de referência para a criança e o adolescente. Deu tchauzinho e foi-se embora.

“Incêndio mata duas meninas na favela Beira Rio, no Jabaquara (SP).
As vítimas tinham 1 e 5 anos. Segundo um vizinho, a mãe das duas crianças está em estado de choque. Outras sete pessoas moravam no mesmo barraco das meninas”. (Rádio CBN São Paulo, 13/02/2018)
http://cbn.globoradio.globo.com/media/audio/160129/incendio-mata-duas-meninas-na-favela-beira-rio-no-.htm

A prefeita regional não ficou para ouvir que tem cerca de R$ 900 milhões disponíveis para terminar a construção das moradias para a população das favelas da Água Espraiada…
A prefeita regional não ficou para ouvir que as moradias precárias propiciam todo o tipo de violência contra as crianças, com destaque para o alto número de violência sexual contra crianças na região de Americanópolis e nas favelas ao longo do Córrego Água Espraiada…
A prefeita regional não ficou para ouvir que faltam espaços de cultura, esporte e lazer no Jabaquara, permitindo que os traficantes de drogas aliciem nossas crianças…
A prefeita regional não ficou para ouvir que é extremamento ofensivo falar em buscar “emenda parlamentar” de R$ 20 ou 30 mil para reforma de uma quadra esportiva, quando temos R$ 900 milhões “entesourados” (rendendo juros) e não usados para a construção das moradias populares e os equipamentos sociais públicos necessários para o Jabaquara (cheches, escolas, posto de saúde, espaços de lazer e cultura etc.).

Esperávamos que o prefeito João Dória fosse mais diligente e nomeasse prefeitos regionais e gestores que tivessem capacidade de fazer a máquina pública funcionar, principalmente onde já tem dinheiro arrecadado e vinculado para a construção de moradias populares e os equipamentos públicos necessários à urbanização das favelas. Mas, a prática tem demonstrado que o loteamento dos cargos públicos ainda vigora na Cidade de São Paulo; e que as tartarugas continuam ocupando os mais altos cargos da prefeitura de São Paulo.

São Paulo, 15 de fevererio de 2018.
Mauro Alves da Silva. Jornalista e presidente do Grêmio SER Sudeste.
http://www.blogdomaurosilva.wordpress.com

(*) A Rede CRIAD Jabaquara (Rede de enfrentamento à Violência contra a Criança e Adolescente pela Cultura de Paz) foi criada em 2008, é composta por vários serviços, instituições e representantes da região, com o objetivo de atuar de forma integrada entre vários setores representativos da sociedade civil e governamental no enfrentamento à violência contra a criança e adolescente e, na implementação de ações preventivas através de uma Cultura de Paz.

divulgação: http://www.blogdomaurosilva.wordpress.com

Tuiuti desmoraliza a globo golpista.


A globo golpista vai fazer de tudo para prejudicar a escola de samba Paraíso do Tuiuti.

https://blogdomaurosilva.wordpress.com

Jornalista Hamilton Tadeu detonando a prefeita regional do Jabaquara

A Comissão Organizadora da Festa de Aniversário do Jabaquara 54 anos visitou a Câmara Municipal de São paulo para convidar todos os vereadores e também denunciar o boicote que está sendo feito pela prefeitura regional contra a Festa.
O jornalista Hamilton Tadeu deu o recado: a prefeita regional está prestando um desserviço para o Jabaquara.

Estiveram presentes: José Roberto Alves da Silva, presidente do Consabeja; jornalista Rosa Oliveira (Jornal Jabaquara em Notícias); José Luiz Nodar Ribeiro (Secretário-Geral do Consabeja); Renato Cury (Produtor de Eventos e diretor do Concurso Miss Jabaquara 2018); Jhones Rodrigues (Diretor Musical da Festa do Jabaquara); Dr. Oswaldo Martins (Departamento Jurídico do Consabeja); Gilson Morato (Diretor de Relações Institucionais do Consabeja); e o jornalista Mauro Alves da Silva (Diretor de Comunicação do Consabeja).

Além dos convites, a Comissão informou que exstem dois processo judiciais contra a prefeitura regional do Jabaquara:
1) Por impedir eleitores de votarem da eleição do Conselho Participativo Municipal do Jabaquara em 03/12/2018; e
2) Ação Popular contra a eventual contratação de produtor de eventos sem licitação; e exigência de esclarecimentos sobre pedidos de doação feitos pela prefeitura regional à empresários locais (em desacordo com a legislação vigente)..

Ainda foi noticiado aos vereadores um terceiro processo judicial para obrigar a prefeitura regional o Jabaquara a publicar as atas das reuniões do Conselho Participativo Municipal do Jabaquara..

Festa de Aniversário do Jabaquara 54 anos.
http://www.jabaquara54.com

Idealização e iniciativa: Jornal Jabaquara em Notícias.

Realização: Consabeja, associações e lideranças do Jabaquara.

divulgação: http://www.consabeja.org

Grinch tupiniquim quer acabar com a Festa de Aniversário do Jabaquara.


A “GRINCH do Jabaquara” quer acabar com a Festa de Aniversário do Jabaquara 54 anos.

Aqui, no Brasil, temos nossa versão tupiniquim: uma “Grinch do Jabaquara” querendo acabar com a Festa de Aniversário do Jabaquara 54 anos e acabar com a alegria de 240 mil moradores (180 mil eleitores).

O Grinch é um personagem norte-americano que quer acabar com a festa de natal. Ele é retratado como um recluso humanoide peludo e verde vivendo em reclusão em um penhasco com vista para a cidade alegre e otimista de Whoville. Ele despreza a época do natal e as festividades turbulentas e agitadas costumeiramente celebradas durante o feriado; aparentemente irritado pela felicidade dos outros e tirando prazer de estragar a alegria de outras pessoas.

Mauro Alves da Silva – http://www.blogdomaurosilva.wordpress.com

Imagem

Festa de Aniversário do Jabaquara 54 anos.

“Festa de Aniversário do Jabaquara 54 anos” está sofrendo boicote da prefeitura regional.

“Festa de Aniversário do Jabaquara 54 anos” está sofrendo boicote da prefeitura regional.

Parece que a prefeita regional só conhece o Jabaquara pelo “GPS” ou pela história dos meninos de Americanópolis que ela atendia quando trabalhava na Febem-SP…

A falta de respeito para com as lideranças do Jabaquara chegou ao cúmulo: a prefeita regional fez Boletim de Ocorrência (B.O.) no 35º Distrito Policial contra a jornalista Rosa de Oliveira (Jornal Jabaquara em Notícias) e contra José Luiz Nodar Ribeiro (Presidente da CUA – Central Única das Associações, Diretor da Associação Comercial da Distrital Sudeste, e Secretário-Geral do CONSABEJA – Conselho das Sociedades Amigos de Bairros do Jabaquara). Tudo porque eles denunciaram o desrespeito da prefeitura regional para com as lideranças do Jabaquara; e cobraram informações sobre as notícias de que a prefeitura regional teria contratado uma empresa de eventos (sem licitação) para organizar todos os eventos no Jabaquara. Estas denúncias foram feitas em reuniões públicas do Conselho Participativo Municipal do Jabaquara (gravadas em vídeos), mas até hoje não foram respondidas pela Prefeitura Regional do Jabaquara.

A Comissão Organizadora da Festa de Aniversário do Jabaquara 54 anos, formada por associações e lideranças do Jabaquara, que realiza a Festa há vinte anos, Festa inspirada pelo Jornal Jabaquara em Notícias, tem feito reuniões regulares desde outubro de 2017. E entregaram o Projeto da Festa para a Prefeitura Regional do Jabaquara no início de novembro de 2017. A Festa está marcada para os dias 24 e 25 de fevereiro de 2018 – http://www.jabaquara54.com

Ocorre que, no dia 19 de janeiro de 2018, a Comissão fez uma reunião as 10h na AJAB (Associação Cultural e Assistencial Nipo Brasileira do Jabaquara), quando convidamos a Supervisora de Cultura do Jabaquara, sra. Patricia Dias, para saber como andava os preparativos da Festa do Jabaquara… E qual não foi a nossa surpresa ao saber que a Supervisora de Cultura foi ameaçada de perder o cargo só pelo fato de ter conversado com a Comissão Organizadora!

Mas, considerando que o cargo de Supervisão de Cultura está subordinado diretamente ao Secretário Municipal de Cultura, as associações e lideranças do Jabaquara esperam que o secretário André Sturm não se submeta aos caprichos da prefeita regional; e que mantenha no cargo a única pessoa do poder público local que se dignou a comparecer a uma reunião da Comissão Organizadora da Festa de Aniversário do Jabaquara 54 anos.

Em 30 de janeiro de 2018, fomos novamente surpreendidos: a prefeitura regional divulgou o evento “Miss & Mister Jabaquara 2018”, com inscrições de candidatos “na sede da prefeitura regional” (sic). E dizia ser o “primeiro concurso”, ignorando que a Comissão Organizadora já realizou 10 concursos, inclusive o “Miss Jabaquara 2017”. E o “Concurso Miss Jabaquara 2018” já está com inscrições abertas: http://www.jabaquara54.com/concurso-miss-jabaquara-2018/

Aliás, diga-se de passagem, já existem duas ações judicias contra atos da prefeita regional do Jabaquara:

– Processo 1059262-06.2017.8.26.0053 (1ª Vara da Fazenda Pública), por impedir eleitores de votarem na eleição do Conselho Participativo do Jabaquara em 3/12/2017. A Prefeita Regional era presidenta da Comissão Eleitoral Local; (Valor da ação: R$ 1 milhão).

– Processo 1002461-36.2018.8.26.0053 (1ª Vara da Fazenda Pública), por interferência na organização da Festa de Aniversário do Jabaquara 54 anos; e para dar explicações sobre pedido de doações e eventual contratação de empresa de eventos sem licitação; (Valor da ação: R$ 235.100,00).

E já está sendo preparado o terceiro processo judicial: a prefeita regional do Jabaquara não está publicando as atas do Conselho Participativo Municipal do Jabaquara (conforme exigência do decreto municipal 56208/2015).

Com três processos judiciais, a prefeita regional do Jabaquara já vai poder pedir “Música no Fantástico”!

Vale recordar que a prefeita regional chegou a ameaçar o cancelamento da “Festa do Jabaquara em 2017” há menos de uma semana da sua realização… e que ela, por discordâncias pessoais, também ameaçou mandar “processar” o sr. José Luiz Nodar Ribeiro quando ele coordenava o 25º Desfile Cívico Militar do Jabaquara, em 3 de setembro de 2017.

Esperamos que o Prefeito João Dória olhe para o Jabaquara, até mesmo porque aqui, no Jabaquara, ele teve uma vitória já no primeiro turno das eleições de 2016 (67.988 votos – 57,32% dos votos válidos). Agora não é justo deixar o Jabaquara sob ordens de uma interventora alienígena que não conhece e nem respeita as associações e as lideranças do Jabaquara.

São Paulo, 5 de fevereiro de 2018.

Mauro Alves da Silva é jornalista e Presidente do Grêmio SER Sudeste – Promoção da Cidadania e Defesa do Consumidor; e morador no Jabaquara há 50 anos. 100% JABAQUARA. http://www.blogdomaurosilva.wordpress.com

Cópias para:

Prefeito Municipal João Agripino da Costa Dória Júnior;

Secretário Municipal de Cultura André Sturm;

Secretário Municipal das Prefeitura Regionais Cláudio Carvalho;

Vereadores da Câmara Municipal de São Paulo.